27 de nov de 2009

um gole, enfim

incrível como a pior semana de todas, cheio de merdas para se fazer, é resolvida com umas garrafas de cerveja no congelador e uma conversa despretenciosa ao som de um blues foda num final de dia quente pra caralho.
mesmo a gente sempre chegando a conclusão de quão bosta somos, de que nenhuma garota nos aguenta por muito tempo, de como desperdiçamos amores ou apenas fodas as 4 e meia duma quinta-feira a tarde, mesmo assim um blues, uma bharma gelada e um bom camarada conseguem nos animar e nos deixar rindo de tudo isso.
porque se levar a sério é o pior que nos poderia acontecer.

7 comentários:

Adriana Gehlen disse...

é
levar a sério só complica.

Anônimo disse...

verdade ...

bruno disse...

Eu me impressiono ainda é com esse anônimo bonzinho? Ovelha negra da família anônima. Coisa de louco araujo, coisa de louco.

ricardo ara disse...

hahah pode cre bandido, esse anônimo é puta gente boa, muito estranho prum anônimo..

Roberto Camilo disse...

haha beba cerveja e não esquente a cabeça!
Boa!

Tem proposta indecente lá no blog para novos cronistas, dá uma conferida lá!
Abraços!

Helena Hutz disse...

hahaha... anônimo gente boa, realmente, coisa estranha da porra!

tá tendo vários meus, anôninmos gente boa.

e, pela primeira vez, tô deletando "anônimos pau no cu"...

mas nem devo levar a sério, né não?

Anônimo disse...

Anônimos costumam ser chatos? Coisa de louco araujo? ...
Seus textos são melhores que os comentarios de um anônimo,não?

ps: a real é que não tenho blog =)