13 de out de 2009

"carnaval inesquecível na cidade alta"

acordar cada dia do feriado em um canto diferente da casa sem saber como parei aqui. ou porque to sem roupa, ou porque ainda to de tênis. a úncia certeza é que a cabeça, todas as manhãs, vai tá ainda girando, latejando, e a garganta pedindo por água, ou outra cerveja, o que melhor convir.

Um comentário:

Adriana Gehlen disse...

quando acontece comigo eu sempre grito pros cantos pq eu faço isso comigo, e não mudo... não me controlo.