12 de jul de 2008

da sequência crise de criatividade que o interior nos proporciona (ou apenas uma simples revelação)

estranho perceber quando uma amizade termina.
não que seja insuportável a convivência - ainda há conversas - mas

mas aquele cigarro já não tem o mesmo gosto
aquela música já não nos deixa em transe

eles continuam iguais. o problema é teu mesmo

hoje nos tornamos conhecidos
um dia seremos histórias sem nomes

Um comentário:

bruno disse...

é, isso é muito estranhom, pero interessante.